Radial Leste ganha túnel no Complexo Viário de Itaquera próximo ao estádio da Copa

mergulhao

O túnel que passa sob a avenida Radial Leste foi aberto ao tráfego de veículos na manhã de terça-feira (29/04). A obra, que integra o Complexo Viário de Itaquera,  vai aumentar a fluidez do principal acesso à zona leste e é um dos legados da Copa do Mundo para a região.  Chamado de “mergulhão”, o túnel fica em frente à estação Corinthians-Itaquera do Metrô e da CPTM e da Arena Corinthians, que receberá o jogo de abertura do mundial. Ele elimina a necessidade de semáforo e separa trânsito local e o tráfego expresso.

“Este mergulhão vai beneficiar 85% dos veículos que passam por aqui, com três pistas em cada sentido. Significa uma mobilidade muito melhor para a zona leste, novos acessos e também oportunidades de empregos e renda”, afirmou o prefeito Fernando Haddad em visita nesta manhã ao novo túnel.

As obras do complexo viário de Itaquera são realizadas por meio de um convênio, com investimentos de R$ 397,9 milhões do estado e R$ 150,6 milhões do município. A passagem em desnível entregue tem 500 metros e recebe tráfego sentido bairro e sentido centro.  “Tínhamos aqui uma passagem em nível com semáforo. Então a Radial Leste parava para o trânsito local. Com o túnel, quem está na Radial agora passa direto”, disse o governador Geraldo Alckmin, que também acompanhou a visita.

O complexo viário terá mais duas novas avenidas: a ligação Norte-Sul, no trecho entre as avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges, e a articulação da Ligação Norte-Sul com a avenida Miguel Inácio Curi. Também estão entre as obras a construção de duas alças de acesso entre a avenida Jacu-Pêssego e a Nova Radial. Uma rotatória e o alargamento de pista no cruzamento da Miguel Inácio Curi com a avenida Engenheiro Adervan Machado fazem ainda parte do pacote de obras, que são realizadas pela Dersa.

As intervenções na área próxima ao estádio serão entregues ao longo do mês de maio. “Até setembro vamos terminar também a ampliação do Terminal de Itaquera e a construção das alças da avenida Jacu Pêssego, que vão facilitar o acesso de Itaquera ao aeroporto de Guarulhos”, explicou Haddad. Com a intervenção da Prefeitura, o terminal de ônibus aumentará a capacidade em 40%.

“O nosso objetivo com estas obras viárias e com a lei de incentivo é atrair empresas para uma região que tem 4 milhões de habitantes”, afirmou Haddad. Somente as obras viárias já geraram 2.000 empregos diretos e 5.000 indiretos. A região também recebeu em janeiro de 2014 isenção fiscal de 20 anos para a instalação de empresas do setor de serviços, o que deve gerar mais de 50 mil empregos na área do Polo Institucional de Itaquera. No local haverá ainda um centro cultural, museu, fórum, novas escolas e universidade.

Sem comentários, ainda!

Deixe seu comentário

You must be Logged in to post a comment.