Artigo: Por que quero ser prefeito

Andrea-MatarazzoAndrea Matarazzo

Muita gente me questiona o motivo de dedicar tanto tempo à vida pública, ainda mais em um período em que a atividade política é tão contestada. A resposta é simples: eu amo São Paulo e quero fazer daqui uma cidade melhor para se viver.

São Paulo é o lugar onde nasci e na qual passei meus 58 anos de vida. É a cidade que minha família ajudou a construir. Conheço cada canto de São Paulo, desde as ruas arborizadas dos Jardins até as vielas mais humildes de qualquer ponto da periferia. E tenho muitos projetos para transformar a vida dos paulistanos.

É com esse espírito que me coloco à disposição do meu partido, o PSDB, para ser candidato a prefeito. Não pretendo disputar outros cargos nem continuar na política a qualquer preço. Quero apenas e tão somente ser prefeito de minha cidade.

Tenho esse objetivo desde 2006, quando assumi a Subprefeitura de Sé e, em seguida, fui secretário de Serviços, onde cuidava da iluminação, limpeza pública e serviço funerário.  Depois fui secretário das Subprefeituras, sendo responsável pela manutenção e zeladoria da cidade. Conheci e estudei cada bairro, cada rua e vi quais são suas prioridades e necessidades.

O paulistano é generoso e trabalhador. Recebe a todos com afeto, como comprova sua história, formada por imigrantes de todos os cantos do mundo e migrantes das cinco regiões do país. Mas vem sendo tratado com descaso pela atual gestão. Viver em São Paulo não tem sido fácil, principalmente para os moradores da periferia.

A cidade não precisa de obras suntuosas nem de experimentos. Precisa de milhares de pequenas obras, em todas as regiões, que façam a diferença na vida da população.  Necessita de uma  gestão eficiente, com prioridades claras. Precisa de manutenção, zeladoria, transporte público de qualidade, saúde e educação de ponta. Tudo que o paulistano não tem atualmente.

Para ser  prefeito de São Paulo é preciso conhecer a cidade, saber ouvir as pessoas de cada distrito e estar preparado para trabalhar e ser cobrado 24 horas por dia. Prefeito de São Paulo precisa ter experiência, não pode aprender a administrar no cargo. Já tivemos esse experiência antes e hoje a cidade paga pela pela inexperiência do atual prefeito. Os cinco anos no Executivo municipal e os quatro anos de mandato na Câmara me deixarão preparados para governar minha cidade. Tenho certeza de que em 2016 estarei pronto para o desafio de cuidar de São Paulo.

 * Andrea Matarazzo é vereador e líder do PSDB.

Sem comentários, ainda!

Deixe seu comentário

You must be Logged in to post a comment.